IFTO Araguatins

A EAFA Escola Agrotécnica Federal de Araguatins, foi criada pelo Decreto nº. 91.673 de 20 de setembro de 1985, onde foi designada a funcionar os 1º e 2º graus, profissionalizantes com habilitação em Agropecuária, Agricultura e Economia Doméstica, tendo sido inaugurada em 23 de março de 1988.

A instalação da EAFA foi feita em cooperação com o Ministério de Reforma e do desenvolvimento Agrário (MIRAD), por intermédio do Grupo Executivo das Terras de Araguaia-TO - GETAT.
O GETAT foi autorizado a adotar providências necessárias junto ao Ministério da Fazenda para aceitação, pela doação de uma área de 561,84 hectares de terras férteis com PH médio de 6,40 e A1 0 , banhada pelo rio Taquari em 8 km de extensão, no município de Araguatins, de que trata a Lei Municipal n.º 321, de 08 de outubro de 1984, para instalação da Escola Agrotécnica Federal. As obras foram iniciadas com a programação orçamentário de um convênio firmado entre FNDE e o Prefeito Municipal de Araguatins, Sr. José Guilherme Frazão Pereira.
O então Governador do Estado do Tocantins, Sr. José Wilson Siqueira Campos, com a Prefeitura Municipal de Araguatins empenharam-se, sendo os principais responsáveis por sua criação na região do Pico do Papagaio.
O Decreto foi assinado pelo então presidente José Sarney e o Ministro de Educação Marco Maciel.
Desde 16 de novembro de 1993 (Lei nº 8.731) a Escola é uma Autarquia Federal e oferece atualmente o Curso de Ensino Médio e Curso de Técnico Agrícola nas Habilitações de Agricultura, Agroindústria e Zootecnia. O curso Técnico tem 1200 horas letivas mais 160 horas de estágio. O Curso Habilita o Técnico para atuar nas áreas de Agricultura, Zootecnia, Agroindústria e Áreas afins.
Os recursos financeiros que viabilizam o funcionamento e manutenção da EAFA são originários de dotações de Tesouro Nacional consignadas anualmente no Orçamento da União e de outras receitas oriundas da arrecadação de recursos próprios. Sua estruturação contábil segue as normas do Sistema Integrado de Administração Financeira Federal – SIAFI.
A EAFA é dirigida por um Diretor Geral por um período de 04 (quatro) anos, podendo ser reconduzido por igual período. O Diretor Geral fundador Professor Francisco Aldivino Gonçalves, Pedagogo, Administrador Escolar (ADESG), o segundo Professor José Júnior Rodrigues de Souza, Licenciado em Ciências Agrícolas (UFRRJ) especialização em Administração Escolar e o terceiro Professor Robson José Esteves Pelúzio, Engenheiro de Agrimensura (UFV), especialização em Administração Escolar.
Atualmente o Diretor Geral da Instituição é Msc. Francisco Nairton do Nascimento, Licenciado em Ciências Agrícolas (U.F.R.R.J), Engenheiro Agrônomo (UFRRJ), Especialista em Engenharia de Irrigação, em Metodologia do Ensino Superior (UFV), Mestre em Fitotecnia – UFRRJ, é o primeiro Diretor Geral eleito pelo voto direto de Servidores e Alunos.
Mais informações no portal do IFTO em http://reitoria.ifto.edu.br